Tag Archives: texto

“É ele”.

4 fev

Sempre fui muito confusa. Em todos os aspectos. Minha cabeça girava pelas pessoas e parecia não encontrar refúgio em nenhuma. Nenhum ponto de paz especifico para que pudesse me apoiar. As pessoas olhavam para mim e diziam “Ah, essa sua confusão que me confunde e confunde todos ao seu redor!” E então eu pensava que era algum tipo de problema comigo, com a minha personalidade confusa. Ou talvez vazia.
Sim, vazia.
E agora completa.
De certo modo é estranho explicar. Não existem maneiras de expressar a maneira e a rapidez como aconteceu. É válido dizer que aconteceu que no primeiro instante em que o encontrei perto de mim, tão perto, e tive a certeza. Uma pontada no estômago, uma coisa inexplicável e diferente. Algo que me disse “É ele”. Bem desse jeito clichê mesmo. Desse jeito que eu nunca pensei que fosse acontecer comigo. Por medo, por decepções, por falta de clareza talvez… Mas aconteceu. Simplesmente aconteceu. E naquele instante eu tive a certeza de que ele não seria qualquer um.
E não é.
Ao encontrá-lo, ele tornou-se responsável pela minha confusão sumir e agora, parecer tão clara. Tudo é tão óbvio dentro de mim. A confusão, as coisas complicadas… Foram todas substituídas por clareza. Uma clareza que me diz que ele é a parte que faltava. A parte que sempre procurei, e em um momento de quase desistência de encontrar, o encontrei.
Acho um tanto quanto estranho expressar em palavras a intensidade do que isso significa para mim. As palavras não parecem ser suficientes. Até mesmo quando digo que “ele é tudo que eu precisava, e mais” ou “ele é a parte que me faltava”, parece pouco. Pouco, para representar o que sinto pelo alguém que trouxe uma paz que nunca tive, uma clareza sobre o que desejo para o resto de minha vida, um encaixe perfeito, sorrisos involuntários durante todo o dia, um sentimento inexplicável… Pouco, para representar o que eu sinto pelo alguém que me ensinou o que é o amor.
E quando digo amor, quero dizer da maneira real da palavra, sem o descuidado com que as pessoas atualmente têm com ela. Um amor, como nunca experimentei antes. E a minha dádiva é que esse amor pra sempre viva.

The world will never ever be the same, and you’re the blame.
xx,
Lu.

 

Change a word, change the meaning.

4 fev

One more wish, one more day.

 

 Eu odeio você. Odeio quando você pede pra me ver na webcam, odeio quando você sorri mesmo tentando segurar o sorriso por segundos, odeio quando você coloca a mão na boca ou no cabelo. Odeio quando me chama de amor ou coisas relacionadas. Odeio quando você diz que se apaixonou por mim, que precisa de mim e eu te faço bem. Odeio quando me pede pra ficar 5 minutinhos a mais pra falar com você. Odeio quando você diz que sou bonita, e que gosta do meu sorriso. Odeio quando você me deixa sem graça até que eu fique vermelha. Nossa, como odeio quando você diz se importar comigo e querer cuidar de mim. Odeio quando você diz que sonhou comigo e que acordou feliz. Odeio quando me escreve textos ou coisas do tipo. Odeio quando diz que quer me abraçar e ficar olhando nos meus olhos. Odeio quando diz que vamos olhar o céu estrelado juntos. Odeio ter gostos parecidos com os seus. Odeio quando você diz querer tirar aquelas “fotos lindas” comigo. Eu odeio absolutamente tudo em você, e odeio principalmente ter que pedir agora pra você trocar TODAS as palavras “odeio” por “adoro“.

With an adorable feeling, Nati.
(Esse texto também está no meu tumblr, mas obviamente, é de minha autoria mesmo.)

Um tudo sobre nada.

21 jan

Im feeling weird.

Às vezes a gente se cansa de ser ninguém. Às vezes damos pulos e queremos mudar tudo, ou apenas desistir e largar tudo para trás. É ruim não ser reconhecido, parecer invisível; talvez te chamem de sensível, mas isso porque não sabem a dor que bate no peito. Às vezes palavras machucam, enquanto outras podem nos confortar. Os sentidos e sentimentos se perdem, ficam misturados e não sabemos o que fazer. As palavras nos sossegam, por poucos instantes. Sentir o vazio é normal, já que se sentir cheio não tem mais como. Sempre falta alguma parte de nós com a partida de alguém; seja a tal por alguns dias, meses ou para sempre. Doí quando descobrimos que alguns amigos, na verdade não são amigos. Doí saber que a falsidade ainda está entre nós, quando não a queríamos. Mas não se apavore, sempre tem alguém que nos socorre… por mais que talvez seja a nossa mãe quem nos abrace, porque não acreditamos nela quando ela disse que aquele amigo não valia nada. É ruim assumir que a mãe sabe mais, não é? A gente sempre parece entender tudo, quando na verdade, estamos totalmente enganados. Descobrir isso depois do erro, e ter que assumir pra mãe… nossa, que arrependimento maldito. Estranho sentir falta de alguém que não conhecemos, como os amigos virtuais; mas muitos deles parecem ser mais amigos (e alguns são), do que aqueles que estão próximos de nós. Às vezes da vontade de voltar no tempo, e aproveitar o que achamos que não seria nada, mas que hoje é o que faz falta. A gente se arrepende de algumas coisas, mas, só assim pra sabermos como ir vivendo esses estranhos caminhos cheios de defeitos e desvios. A vida é difícil, todos nos sabemos… agora concordo com minha mãe, haha: “mas ninguém nunca disse que seria fácil.”

Malditos pensamentos que vieram aleatoriamente em minha cabeça… realmente não sei porque escrevi tais coisas.
Às vezes eu me perco em tudo, porque pareci perder alguém. Só isso.

With noise, Nati.

I’m gonna miss you, babe.

18 jan

And oh, my sweetheart, I love when you hold me tight.

“Here we go, come with me. There’s a world out there that we should see. Take my hand, close your eyes…”

Eu ja nao conhecia mais aquele sentimento, parecia algo novo. Algo melhor e novo, na verdade. O seu sorriso me fez perceber o quanto voce era sincero comigo, e quanto voce me amava. Suas palavras pareciam flutuar dentro de minha mente enquanto eu ouvia sua voz e ficava te assistindo falar. Tao bom o modo como voce me olha, quando segura a minha mao e me pede um beijo. Voce, o seu “voce mais proximo de mim” que fez eu me apaixonar mais ainda por voce. Ah nao, eu ainda nao sabia que podia sentir mais, mas naquele dia sim eu descobri que com voce, tudo pode melhorar.

A certeza de ter um amigo e um alguem pra amar, a certeza de que voce estara logo ali quando eu acordar ou estiver pronta para chorar; So de ter a certeza de que voce gosta de segurar a minha mao ja me deixa feliz. O abraco, o beijo, o olhar, as maos, e tudo mais… tudo aquilo, em menos de um dia, me deixou mais feliz. Nao encontro palavras que possam descrever minha felicidade de agora, me desculpe. Mas, eu sei que voce me entende, porque dentro dos seus olhos castanhos, consigo ver que sente o mesmo que eu. Imagino eu, que um dia vou te abracar bem forte, para sempre; E saiba que desejo todas as noites que esse dia tao esperado seja o meu amanha. Quem dera poder te ter ao meu lado pra sempre desde agora… seria otimo!

Nao quero te ver partir. So de te imaginar de costas me da calafrios. Sei que dessa vez voce nao vai me dar as costas pra ir dormir aqui no quarto ao lado e que vou te ver amanha; Voce vai partir, deixar minha cidade, e voltar a me ver por imagens reproduzidas. Eu nao vou poder te abracar, voce nao vai estar mais aqui do lado. Me desculpe, nao quero te machucar, nao quero que pense nisso. O fato de eu estar assim tao aflita com essa partida(mesmo sabendo que em uns meses voce estara de volta), é que nao vou ter o seu ombro, o seu cheiro, o seu abraco apertado, o seu beijo suave e ao mesmo tempo quente, as suas maos segurando as minhas, os olhares sincronizados, o seu carinho todo de tao perto… mas, o mais importante: nao terei esse sorriso, o seu sorriso, que logo pela manha consegue me deixar bem.

Eu vou sentir a sua falta, mas isso nao é ruim. Afinal, sentir saudades significa que voce passou por momentos bons com alguem, nao é? haha, nao se esqueca de que te amo. Sim, acho que eu so queria dizer isso.

With love, Nati.

O seu sorriso é meu.

15 jan

Ela não é como uma garota qualquer. Dessas, que conseguem dizer eu te amo facilmente, assim, com todas as letras saindo dos lábios. Nem é dessas que são extrovertidas e gostam da atenção voltada à elas. Ela prefere pequenos gestos.
Ela pensa demais, é confusa demais, é pequena demais. As palavras custam a sair de seus lábios, que sorriem espontâneamente conforme os pensamentos. Mas ela sempre tenta aprender a dizer um pouco mais o que pensa, embora quando diga, é um tanto quanto explosiva nas palavras. É possível enxergar o mundo dentro da sua mente pelos os olhos verdes se a conhece bem. Ela nunca gostou de formalidades, se sente melhor no que vem do coração – tem gravada com ela a frase Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos.
Gosta dos olhos e olhares, embora se intimide com tais. Gosta da chuva, de clichê, de filmes, de dedos entrelaçados, de carinho, abraços e sorrisos. E falando em sorrisos, ela se apaixonou por um.

Sim. Ela, a pequena garota diferente e confusa se apaixonou. Talvez ainda com um pouco de medo, característico dela, mas ela teve certeza de que queria fazer dela aquele sorriso assim que o viu.
E fez.
Hoje ela vive com seu jeito estranho, inseguro e tímido tentando um pouquinho a cada dia inventar ou re-inventar novas maneiras de fazê-lo sorrir. Movida pela certeza de que aquele sorriso – do qual ela se apaixonou – é dela, apenas pelo fato de a partir daquele dia, todos os sorrisos dela pertencerem, na realidade, à ele.

L.

Ao teu lado.

12 jan

Quero acordar de manhã e observar teus olhos ainda adormecidos. Sentir que tenho o universo ao meu favor ao ouvir tua voz sussurrando “Bom dia, amor”, enquanto nos preparo panquecas. A cada dia venho sentindo, em proporções gradativas e não explosivas, que estou aproximando-me do meu futuro. Entrando e participando dele como o planejado, com algumas surpresas inesperadas. Venho sentindo aquilo, sabe? Aquilo de estar preenchendo o vazio os poucos, como se deve. De o tentar talvez dar certo. A pressa vem sendo substituída por mais certezas. Aquilo, de estar com mais vontade de viver a cada dia. De acordar sorrindo. De adormecer sorrindo. E sei que com o tempo, estarei vivendo mais o presente, entrando no meu futuro, onde a minha tão acostumada bagunça mental será substituída pela clareza. E nem preciso de muito, só de manhãs ao teu lado.

Luiza.

Eu queria fazer um pedido.

10 jan

Um café e um amor.
Quentes, por favor.

Fatigada da frieza das coisas.