Tag Archives: história

My old memories.

18 nov

I will always remember..

“Era 00h00 e eu fiz meu pedido: poder me mudar, e ser feliz ao lado do meu amor.
Era tudo o que me importava naquele momento.”

Olhei para o relogio, era 00h03, e as lagrimas pareciam cortar o meu rosto conforme escorriam. A minha dor era grande, e eu precisava me isolar. Meu coracao batia rapido(tao rapido quanto as lagrimas que escorriam – ou seja, sem parar), e todas as mas lembrancas da minha infancia me vieram em mente. Geralmente nao me lembro dos sorrisos, acho que tive poucos… Mas lembro das brigas que ouvi, das lagrimas que vi, da solidao que senti, do vazio em tudo, de uma crianca deixada ali, parada, apenas a observar as coisas ruins acontecerem. Ja vi alguns sorrisos, claro; Mas nunca foram para mim. Lembro-me de parecer um problema e nao a felicidade de alguem.

Acho que nunca fizeram questao que eu existisse, mas ja que existo, eles pagam minhas contas. Tudo por obrigacao. Nao me lembro de nenhum sorriso quando eu pedia um sorvete… lembro das caras e bocas que pareciam dizer “o que diabos voce faz aqui?”. Os sorrisos foram apagados da minha infancia, e eu os recuperei agora. Mas toda vez que eu estou feliz, alguem estraga, fico me lembrando da infancia, penso que sou indesejavel pra qualquer pessoa e tenho vontade de sumir! Assim eu nao atormentaria mais ninguem; E junto com minha saida, todos os sorrisos que conquistei tambem sumiriam… Mas pelo menos eu viveria no vazio, sem dor, sem amor… E seria o que sou hoje, mas sem tais lagrimas: um nada.

Eu queria sumir daqui, aparecer em outro lugar, e comecar uma vida nova coom meu amor(Pois foi quem me devolveu os sorrisos que tinha perdido).

With some pain, memories, melancholy and new love, Nati,

I don’t wanna hurt you.

25 out

“I’m really so sorry, you could choose let it go.”

Nao sei como me “despedir” de voce… Na verdade acho que nada nem comecou de verdade(pelo menos nao para mim). Tenho te evitado um pouco, pra nao te fazer se apaixonar por mim, mas acho que pensei nisso tarde demais, nao? Me desculpe se acabei sendo o que voce precisava, mas voce nao é o que preciso… Na verdade até é, ou esta bem proximo a isso, mas eu ja tenho quem e o que preciso. Nao quero ser grossa, estupida, ou qualquer coisa do genero; voce me conhecendo tao bem assim sabe que eu nao gosto de fazer mal a pessoas que se apaixonam por mim, e sempre foi dificil eu dizer “nao” cara a cara. Voce sabe que gosto de faze-las tornarem minhas amigas, pro proprio bem delas. Se voce nao sabia disso, tudo bem, estou lhe dizendo agora! Vou explicar o meu motivo para te dizer isso…

Tudo comecou ha uns 3 ou 4 anos, que foi quando te conheci e me deixei gostar de voce… Sim, eu pensava em voce o suficiente pra dizer que poderiamos ter ficado juntos, se voce quisesse. Mas, mesmo com voce sabendo de tudo isso, eu parecia te assustar, e voce sempre fugia de mim. Eu me cansei, desisti de procurar em voce o que eu nao poderia achar. Eu nao me perdi, na verdade acabei me achando… Achei meu proprio caminho e o segui, ate chegar aqui, feliz no meu hoje. Durante a minha ausencia voce decidiu pensar um pouco mais a nosso respeito, e quando voce voltou, me encontrou em outros bracos(os quais na verdade eu estava afastada, mas voce sabia que existia outro; Voce sempre soube). Nao, voce nao se machucou, porque voce ainda tinha as simples ideias de talvez ficarmos juntos, enquanto eu tinha a certeza do meu “nao” pela minha primeira vez. Mas eu fui atingida por alguem, ou melhor, por varios “alguens”, e voce foi o primeiro a me socorrer e me ajudar. Eu me aproximei de voce sim, nao posso negar; mas isso nunca quis dizer que eu estava apaixonada por voce! Eu me aproximei demais, a ponto de fazer seu coracao comecar a bater por mim… Me desculpe, eu nao queria lhe causar tudo isso. E eu nao sei se voce ira sentir alguma dor, nao sei se ira ficar com raiva de mim, mas por favor nao fique. Eu tenho um amor, e espero que voce encontre o seu. Nao quero te fazer se apaixonar mais, entao nao poderei mais cantar pra voce, nem escreverei-lhe cartas(o que nunca fiz ao certo); Prometo me ausentar o suficiente para que voce me esqueca rapido, ate mesmo sem ouvir meu nome, minha voz, ou ler algo sobre mim.

I just wanted to say I’m really sorry if you really feel something about me, but you need to let it go. There’s no reason to think of me before you sleep. But Gab, never forget I’ll be here for you like a friend, never forget I still can listen to you, hug you and help you with something. You just needed to know the true, I just needed to let it go; I’m sorry for writing and not telling you face-by-face, but I was kinda afraid. I’ll miss you calling me, I’m sure I will.

With friend love, Sarah.

Missing part.

23 out

Since 2009, to the very end of our lives. {love both of you}

“You’re my missing part, little girl. I love you, the same way as I always did.”

Havia a época em que eu era feliz… Aquela em que eu enjoava de subir pro refeitório, almoçar que nem uma baleia, ir para o quarto comer alfajor e conversar com voce.” – Paula S.
Nao consigo nunca encontrar palavras para expressar tamanha falta que sinto de todos aqueles dias. O pouco tempo que tive ao seu lado foi mais que suficiente pra eu me apaixonar pela sua pessoa, uma amiga e tanto. As fotos mostram nossos sorrisos, entao se um dia eu acabar por me esquecer de tudo(impossivel), ainda vou olhar e me lembrar que eramos felizes. A memoria me traz todas as nossas historias, e tudo o que passamos juntas, sendo por alegria demais(como geralmente) ou por alguns momentos ruins. Voce cuidou de mim, e eu de voce; Ja vimos algumas lagrimas escorrerem, ja vimos passos deixando de andar juntos, ja vimos os sorrisos indo embora, mas eu nao vou deixar que mesmo a distancia nos separe para sempre. Essa pequena distancia nao vai afetar a nossa amizade, nunca! Isso eu prometo, e voce sabe que cumpro com minhas promessas. Eu prometi estar ao seu lado para sempre, e eu nao vou desistir disso, porque voce vale muito mais que um simples passado ou simples sorrisos, voce vale a minha felicidade. Saudade daquelas tardes vazias, que acabavamos por nos ocupar com conversas futeis, musicas boas, doces, risos e abracos, desabafos, fotos, desenhos ou ate mesmo com o sono. Falar de tudo isso doi, aperta meu coracao, parece me cortar por dentro… Mas nao me arrependo de nada, de nenhum segundo passado com voce, de nenhum segredo contado, de nenhuma risada desperdicada… Tudo foi muito bom ao seu lado. Voce pode achar que acabou, mas eu tenho certeza que o futuro nos traz algo bom, e uma aproximacao. Mesmo com a sua ausencia, continuo a falar de voce pra minha amiga, sempre; Continuo a lembrar de tudo, tentar deixar ainda algumas brincadeiras que tinhamos, tentando substituir a dor por lembrancas boas, mas nao vou encontrar nunca alguem como voce. Uma pessoa linda, por dentro e fora, cheia de sorrisos pra nos dar, de ideias pra nos encher, de brincadeiras pra nos melhorar… Voce me deu forca quando precisei me levantar, e voce me estende a mao ate mesmo antes d’eu cair. Obrigada por tudo, Paula… Obrigada por cada sorriso lembrado, por cada recordacao perfeita, por cada abraco forte, e por cada lagrima que ja deixei cair. Porque as lagrimas(minhas pelo menos) de hoje, significam minha felicidade do passado, que foi ao seu lado. Eu te amo, amiga♥

{From: Menezello, Natalia – To: Sposito, Paula.}

Old, new, forever.

19 set

Friendship never end.

“I’ll be there for you!”

Se lembrar de algo é abrir a ferida da saudade. Lembrancas podem ser boas ou ruins, mas sempre trazem o gosto da lagrima, e por umas vezes acompanhada de sorrisos. Me lembro de muitas coisas, a maioria sao apenas sorrisos, sem as exatas lagrimas, mas os olhos se enxem um pouco. Me lembro de quando fui feliz, de quando eu era sincera, tinha mais amigos, sabia confiar e deixar com que confiassem em mim; Tira sempre o sorriso em mente, e nada mais me importava. Os amigos me traziam conforto e eu me sentia abigada, ninguem brigava com ninguem. Nossas brincadeiras eram as melhores, os “apelidos” eram ridiculos, e os motivos para ficarmos bravos passava em questao de segundos. Nao tinha como confundir amizade com “gostar”; Era tudo simples, facil. Ninguem precisava fingir estar bem, eramos todos sinceros, e quando ficavamos bravos, os outros amigos nos acolhiam e nos davam abracos. Nao precisava estar em lugar bonito, nao precisava pensar em classe social, nao precisava pensar em quantas horas passariamos juntos, qual brincadeira seria a melhor, qual o momento certo pra falar… Tudo acontecia naturalmente, e nao tinha um amigo que era mais importante que outro, todos eram iguais ali dentro. Nenhuma limitacao existia entre nos, e quanto mais amigos pro nosso “grupo”, melhor. Ninguem se importava com beleza, o importante era estar ali; Nao havia falsidade, comentarios despreziveis, diferencas, dentre outros; Eramos felizes sem motivo algum, eramos nos, e nao precisavamos ser mais ninguem.
Hoje muita coisa mudou, classe social sempre entra em jogo, o recismo esta presente em muitos, as risadas falsas percebo no tom de voz, os comentarios sao sobre roupas e jeito, educacao sempre diminuindo, o respeito talvez ja nao exista tanto, os amigos nao sao tao amigos assim(a marioria), as conversas sao jogadas foras, dao importancia ao lugar onde se encontrariam é maior que quem estaria la, a marca vale, o coracao nao mais;  Tudo mudou e o jeito como sorrimos e falamos ja nao é mais o mesmo. A inocencia se foi, junto com o vento que balancava meus cabelos, e que agora leva minhas historias. Foi num simples piscar de olhos que deixei minha infacia para tras, que deixei alguns bons amigos para tras, que alguns mudaram muito, que uns queridos morreram…
Sorte minha ter amigos que ainda guardam um pouco do que é velho, e gracas a eles, bons sorrisos e momenos sinceros ainda permanecem. Sinto falta do que se foi, mas trago alguns poucos comigo, e pra sempre terei por perto de mim. Obrigada, amigos, por me fazerem viver.

With a heart fill of friends, Sarah.

Nascer, viver, morrer.

12 set

Minha melhor lembranca, que pra sempre irei carregar em mim, bem no peito. ♥

Lagrimas frias que rolam pelo meu rosto, descendo lentamente ate que caiam; Algumas poucas e pequenas lagrimas permanecem em meu rosto, sem terminar seu trajeto, e secam apos alguns minutos. A lembranca que me traz saudade, a saudade que me traz um sorriso leve com algumas dores, o sorriso que me traz mais lembranca… E assim continuo a pensar, observando as estrelas que piscam forte nessa noite. Fico me lembrando de cada momento ao lado dessa pessoa maravilhosa, que pode me proporcionar a maior felicidade do mundo. Aquele que se preocupava em me fazer feliz ate mesmo quando ele estava triste; Aquele que me deu licoes de moral, que brigou comigo, que me trazia doces todos os dias, que me deixava a alegria e tirava de mim a tristeza, que me contava segredos que eu sempre revelava a todos, que procurava me ensinar licoes de vida ate mesmo quando nao era necessario, que sempre esteve ao meu lado, que me acalmou quando passei por outras duas perdas importantes, que me carregou no colo quando me cansei, que me cedeu o ombro para que eu chorasse, que segurou minha mao para nao me deixar partir, que me amou ate mesmo quando eu estava errada e contra ele, que me fez feliz ate o ultimo segundo ainda vivo. Ele, Luiz Menezello Jr., a melhor pessoa do mundo que poderia me ensinar TUDO em menos de 17 anos. Minha motivacao, meu ponto de paz, meu equilibrio, minha razao, meu amigo, meu conselheiro, meu companheiro, meu comediante, meu ombro esquerdo(na verdade minha metade), meu avo-pai, minha felicidade, minha vida, meu tudo. Ele simplesmente foi a pessoa quem mais me ajudou sempre, em todos os momentos da minha vida! Dificil deixar com que todos os nossos momentos se apaguem ou nao venham em minha cabeca agora; Seria dificil demais ignorar tal fato, de forma que conseguisse fingir estar bem; Uma pessoa que me ensinou a ser o que sou, que me mostrou o caminho em que deveria seguir sempre, que era meu guia, meu exemplo; Ele me ensinou a ser assim, risonha ao extremo, a insistir nos meus sonhos, a nao deixar nada pro amanha, a saber controlar alguns sentimentos, me ensinou a dizer o que realmente sinto, a deixar de lado as pessoas que me faziam mal; Ele me incentivou a tocar violao, sempre tirando seu tempo precioso de leitura ou televisao para que me assistisse com aqueles lindos olhos azuis claros, para que ouvisse minhas musicas bobas, para que me deixasse um pequeno orgulho, em ver que progredi. Ele quem me ensinou a reverter uma situacao dificil, sabendo esquecer o que foi ruim, e deixando apenas os sorrisos fluirem em mente. A minha razao de vida foi ele, sempre. Aquele quem me deu total atencao quando eu precisava de pouca, que me ensinou a caminhar quando eu quisesse desistir, que me fez tudo. Ele esteve comigo sempre, me deixando motivacoes e seu orgulho, por me ver aprender. Quando fecho meus olhos escuros, me lembro de sua risada… E me lembro do modo como me olhava quando eu nao queria sorrir. Ele me provocava o sorriso, e o ganhava, sempre!

Eu sei que comecei a dizer tarde demais que o amava, que deixei para seus ultimos anos de vida o meu sorriso, a minha motivacao, o meu bem-estar, a nossa sincronizacao… Eu deixei tudo para os ultimos anos de sua vida, mas eu mal sabia que tudo teria mesmo um fim. Mas, apesar de ter deixado pra depois, eu sei que ele sempre me entendeu pelos olhares, que eu o amava e o dava o maior cargo como pessoa na minha vida. A maior importancia, sempre foi ele; E ele sabia disso. Me lembro de cada momento juntos, como se tudo tivesse acontecido ontem, em menos de horas. Foi marcante, foi valido demais para que um dia eu possa me esquecer de um segundo sequer. Ele tinha o maior coracao do mundo, e nele cabia todos nos e nossos erros. Seu amor era tao grande, que ele nos amava ate mesmo nos erros, nos corrigindo, abracando e amando… Foi assim que aprendi a viver! Ele nunca deixou de me dizer pra eu jamais desistir dos meus sonhos e maiores desejos, pra eu nunca me preocupar com nada, porque ele sempre estaria cuidando de mim, e nunca soltaria a minha mao. Ainda posso ouvir sua voz sussurrando “Eu te amo, minha pequena estrela.”, e eu ainda tenho em mente a mesma resposta “Eu te amo MAIS, meu grande palhaco.”. Nao importa o que venha, vou sempre levar em meu coracao as lembrancas que me fizeram feliz demais; E nao tenho nada a reclamar, nem mesmo da morte, pois ele teve sorte de nao ter sentido dor ao morrer, de ter me escutado antes de morrer, de saber que todos nos o amavamos e que ele nos amava. Foi melhor ele ter deixado a dor para tras, e finalmente poder dormir, descansar.

“Querido avo, saiba que voce nunca saira de dentro de mim; Suas palavras estao gravadas em meu coracao, sua risada em minha mente, o conforto que voce me trouxe ainda permanece. Eu te amo.”

With so much love, the biggest love I ever had, Sarah.

Our Fridays.

2 set

Lets make this last forever ♥

“Now it’s raining outside, so stay here by my side.”
Eu costumava amar todas as minhas sextas-feiras, ate que elas se tornaram vazias e sombrias. O meu coracao, por algumas vezes, chegou a bater mais rapido, enquanto conversavamos. Voce tinha se tornado meu vicio, talvez o meu unico vicio; Mas num piscar de olhos, tudo se foi.. Tenho tamanha sorte de num outro piscar de olhos voce ter voltado, e de fingir que tudo foi um longo pesadelo, que arrastava-me para a solidao. Suas palavras sempre foram doces, e mesmo com sua volta, nem tudo voltou ao normal… Mas conforme minhas ideias soltas e leves, me lebrei de como te fiz apaixonar por mim: Eu fui eu mesma, e nao o que voce “queria”. Talvez seja esse o tal segredo que preciso de volta. Preciso voltar a ser aquela menina boba, que ficava fazendo brincadeiras, rindo, tocando qualquer musica que fosse boa, conversas totalmente aleatorias, e tudo era como acabava por ser, e nao pelo que procuravamos fazer. Entende? Tudo era mais natural, mais por “vontades involuntarias”, que sorriamos sem ter motivo algum. Sinto falta disso, e nao da menina em que tinha me transformado no final da historia… Nao aquela que enciumava ate pelas amigas, nao aquela que tinha parado de sorrir como antes, nao aquela que ficava falando serio, nao aquela que ficava brigando por nada… Nao, eu nao sou e nunca fui assim. Eu so me transformei nisso por um tempo… Mas eu tive um motivo, eu sei; E o meu unico motivo de ter me transformado na qual nunca quis, foi a dor e o medo de te perder. Me imaginar sem voce… Nossa, como doia. Me lembro das nossas historias e brincadeiras sobre casar, onde morar, amigos e tudo mais; Me lembro das musicas que eram nossas, e nao so minhas; Me lembro das nossas risadas sincronizadas, nao dessas soltas; Me lembro de quando eramos nos mesmos, e nao tinhamos que ficar tentando satisfazer um o outro, porque ja eramos felizes daquele jeito! Me lembro de tudo como foi no comeco, e me arrependo de ter mudado no final… ou melhor, no meio; Porque ainda nao tivemos um fim. O ponto final representa o termino daquele momento ou de tudo, mas quando continuamos a “escrever” a nossa vida juntos, apenas comecamos mais um capitulo, e nao teve final algum. Como sempre, nos nao deixamos de nos gostar, voce sabe, eu sei… E sabemos que tudo pode voltar ao normal, mas isso so vai acontecer quando o nosso senso de humor e carinho se sincronizarem novamente. Espero que eu consiga voltar ao normal, porque hoje vi que voce se apaixonou pelo meu velho eu, e eu sempre gostei do meu velho eu. Chega de procurar seus erros; Talvez eu nao tenha visto os meus. Espero pelo amanha, pela nossa velha sexta-feira, pelo nosso velho jeito. E sim, estou certa que preciso revisar nossa historia. Mas a carta com toda ela, eu mandei para voce(haha). Pretendo escrever mais uma, e logo; Porque a nossa historia nao terminou naquele ponto final, e nem nesse.

With the old good feeling, Sarah.

Sunday morning.

29 ago

 

All happy sunday morning…

 

  “Clouds are shrouding us in moments unforgettable, you twist to fit the mold that I am in.” 

Eu estava dormindo tranquilamente, e quando mal acordava no meio da noite, sentia seus braços me protegendo. Eu me sentia segura… com você sempre me senti. Quando acordei pela manhã, você não estava na cama, pensei em ter ido embora, pensei ter te feito mal em algum momento. Fui te procurar pela casa, não te encontrei. Deitei na cama, comecei a pensar, me lembrei de todos os nossos momentos juntos; Eu conseguia até mesmo ouvir sua risada… Você parecia estar próximo demais, e eu já sentia falta do seu sorriso e da sua voz. Deixei que uma lágrima caísse e rolasse pelo meu rosto em direção ao travesseiro; Senti mais uma lágrima caindo do outro olho e fazendo o mesmo. Desejei não chorar, fechei os olhos bem forte, e desejei ouvir sua voz e te ter de volta. Abri os olhos, ouvi um barulho de uma porta se fechando… Me assustei por não ouvir nenhuma voz, fui em direção à porta para o jardim dos fundos(de onde tinha escutado o barulho), e quando a abri, eu finalmente o vi com umas sacolas de compras para café da manhã jogadas do seu lado, e você estava brincando com nosso cachorro. Eu sorri, imediatamente limpei o traço que aas lágrimas tinham deixado, corri em sua direção e te abracei. Você me abraçou forte, mesmo sem entender o por quê de eu ter feito aquilo tão feliz; Você sorriu de volta, olhou em meus olhos profundamente, e disse que me amava. Eu disse o mesmo, e disse que jamais queria que você se fosse. Comemos os wafles e o café com leite que você preparou logo em seguida, o céu estava lindo, ficamos lá fora com nosso cachorro, deitados na grama. Você me abraçava forte, como se não quisesse que eu saísse de sua vida, eu apertava suas mãos, como se isso fizesse com que você não me esquecesse jamais. Eu te amei muito mais, naquela manhã de domingo, em que você “voltou” para meus braços. Enfim, eu te amo. 

With just some dreams, Sarah.