Seja perfeito para mim.

18 set

Ei, você, venho lhe dar algumas dicas, pequenas dicas.

Antes de tudo, seja engraçado; me faça abrir vários sorrisos, diga tudo  o que vier em sua mente, quem liga para nexo? Envie tudo o que escrever. Falando em escrever, escreva cartas, gosto de colocá-las na minha parede. Deixe bilhetes em meu bolso, deixe bombons escondidos no meu quarto. Encha meu quarto de flores. Mande uma cesta de café da manhã. Apareça sem ser chamado. Abra a porta do carro, também deixe eu dirigir seu carro de vez em quando. Não grite comigo, sei revidar muito bem. Diga que me ame, mas tente não usar apenas as palavras. Olhe nos meus olhos sempre. Beije a ponta do meu nariz, minha testa, meus olhos. Me abrace pela cintura e sempre (eu disse sempre) segure minhas mãos.  Me faça sentir surpreendida. Mande mensagens de madrugada, mas por favor saiba desgrudar… Nem seja meloso e melodramático. Avise-me com cuidado quando eu estiver sendo. Tenha cuidado também durante minha tpm. Gosto de sentir saudades, o abraço fica melhor. Goste de aventuras, goste de filmes românticos, traga cobertores e cafés para casa e me peça para fazer brigadeiro. Deite para olhar as estrelas ao meu lado. Nos fotografe sempre. Me faça cócegas, me aperte. Não brigue comigo e  nem me julgue. Sempre tentarei fazê-lo sorrir também, gosto de dar socos, xingar e morder. Gostaria de ser alguém mordível também. Ah, são xingamentos carinhosos – mas não é bom ser frequente. Quando eu chorar e pedir para me deixar sozinha, me deixe, vá embora… Lembre-se que ser contrariada é bom, então volte para me abraçar quando eu estiver chorando, ok? Não duvide do que eu digo, a não ser que o contexto seja brincadeiras. Também tenha as suas próprias opiniões, não as mude por mim, não quero clones. Goste de rock, me mande músicas, tenha nossas músicas. Seja caseiro, goste de ficar em casa. Mexa no meu cabelo quando estiver dormindo, deixe-me dormir em seu colo. Nunca aperte minha barriga. Me acorde de maneiras diferentes. Eu acordo de mal-humor, deixe-me sempre escovar os dentes antes. Diga que gosta dos meus defeitos, tente ser verdadeiro. Sou orgulhosa, me convença a não ser. Não pague as contas para mim. Me dê flores, jamais em público. Se formos viajar, pare o carro no meio da estrada, apenas para fotografar ou qualquer outra coisa. Cante. Termine sempre a ligação com “eu te amo” e a noite com “bons sonhos”. Faça-me acordar com bilhetes em cima do criado-mudo ou faça-me procurar por eles. Saiba ser infantil, saiba ser maduro. Enxugue minhas lágrimas, jamais me faça derramá-las. Quando eu perguntar quem é aquela garota, bem, entenda isso como um grande alerta vermelho: não demonstro ciúmes abertamente, mas pergunte os motivos quando eu mudar o tom de voz. Seja simpático. Apóie meus sonhos, construa sonhos comigo. Pense nos nomes de nossos filhos, pretendo ter muitos correndo pela casa. Quando eu erguer sua mão até minha cintura, jamais volte a baixá-la. Selinhos demorados são meus preferidos, tanto quanto aqueles no canto da boca. Escreva muito, e bem, deixe-me ler… Isso me encanta. Segure meu rosto com as duas mãos. Não tenha frescuras a respeito de arrotos e outras porquices. Revele nossas fotografias e as deixe em algum lugar. Não seja possessivo, não sou sua propriedade. Sejamos sempre sinceros. Gosto de algumas discussões apenas pelo gosto de fazer as pazes. Elogie minhas roupas e cabelo, nem faço questão que repare em quando fiz a sobrancelha. Me leve com você quando for comprar roupas, aceite minhas sugestões ao vestir-se.  Não critique meus sapatos, nem esmaltes. Goste de  cães.  Tenha um cheiro que me vicie. Não fume, gosto de cheiro de perfume. Tente não beber muito, gosto de hálito de melancia, por favor. Deixe-me deixar em seu peito, me abrace pelo pescoço. Me leve para programas infantis de vez em quando. Surpreenda mesmo assim. Não converse com as garotas que não gostam de mim. Use óculos. Deixe o cabelo a lá “acabei de acordar”, é o melhor estilo. Uma barba mal-feita de vez em quando é ótimo. Não faça promessas, mas as cumpra com atitudes. Seja fiel. Seja meu vício. Seja viciado em mim. Goste de Beatles. Me chame de little. Goste de minha família. Não seja sarcástico, mas ironias são bem vindas. Nas discussões, concilie brincadeiras com seriedade. Brinque. Ria. Aperte minhas bochechas. Entenda meus pequenos e idiotas problemas. Me conte os seus. Seja meu melhor amigo. Me faça te entender. Converse, filosofe. Me faça sentir importante e suficiente.

É isso, parece tanto, mas não é difícil. Não mesmo.

PS: Se nada disso funcionar… Experimente me amar.

Ally.

Anúncios

Uma resposta to “Seja perfeito para mim.”

  1. Kauê 1 de outubro de 2010 às 13:38 #

    Oi. Muito bom o texto. Não achei que sejas uma pessoa difícil, eu diria sim que diferente. Diferente pois tens um perfil certo, e olha que isso hoje em dia é bem raro de se encontrar. Não tens nenhum medo de parecer “boba” por dizer tudo o que realmente desejas e isso há meus olhos é admiravel. Enfim, gostei do texto Little. :D Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: