Nothing has changed.

8 set

But dont say that I dont know you.

“Mudaram as estacoes, mas nada mudou.”

Nao venha me dizer que nao te conheco; Voce sabe muito bem que ja passei por tudo isso, que fiquei te observando enquanto voce dormia, ouvi todas as suas palavras atentamente, segui seus passos, fui ate onde voce foi, conheci seus amigos, fiquei amiga de alguns inimigos, te persegui, te deixei livre, te fiz acreditar, te fiz esquecer; Te conheci de uma ponta a outra, deixei que voce se deixasse acreditar que eu acreditava. Acabei acreditando, me deixei ser levada, mas depois que me ausentei, que me afastei de voce, abri os olhos, respirei fundo, voltei com olhos abertos e atentos ate mesmo com seus sussurros. Se ainda acha que me engana, te digo, meu querido amor, nem seu sorriso consegue mais me deixar tao aliviada ou me fazer de tao ingenua. Sei o que anda fazendo, nao me machuco mais com tudo isso, nao me deixo envolver; Perceba, eu me afastei um pouco novamente. Eu quero voltar, mas nao quero que voce volte. Nao vai doer, ja aprendi o que tinha que ser aprendido nessa historia longa e dolorosa. Por mais que tudo finja e pareca estar normal, o silencio que me consumiu acabou me deixando perspicaz. Sou aquela que disse voltar, aquela que jamais desejaria ter ao lado, porque vou descobrir cada mentira, e seus olhos negros ja nao me parecem mais leves. Eles pesam com tanta mentira que voce carrega; Seu sorriso cospe palavras, elas nunca vieram de seu coracao; Suas palavras parecem escurecer; E sua voz parece ter ficado normal, e nao ser aquela que se destaca. Sim, voce se tornou um deles, um dos normais, um dos mentirosos, um dos que jamais sera feliz com tanta coisa ainda escondida. Sua historia jamais sera a minha, jamais se tornara a nossa, porque nao sou assim como voce. Eu jamais diria ter entregue meu coracao se nao tivesse mesmo o feito. Nao sinto mais dor por  voce, por mais que ainda haja grande afeto. Talvez voce se desfarce, mas nao mais pra mim. Me desculpe, talvez eu va embora pela manha, talvez eu suma ate mesmo hoje pela noite… Nao sei quanto tempo ainda ficarei, mas nao tenho mais que aguentar suas historias e agumentos. Nao diga me amar, nao finja estar ao meu lado, nao finja se preocupar, nao finja querer ficar, nao finja mais nada; Ja descobri o seu eu, ja enterrei seu amor. Ja deixei de ser nos, porque na verdade, voce quem nos separou. Voce com suas mentiras e ilusoes; Espero que jamais cause em outra pessoa o que causou em mim! Sei que so eu seria forte o suficiente para aguentar tamanho desgosto, mas elas sao mais fracas e ingenuas, por isso pense antes de agir, va embora antes de mim, deixe de fingir, fique sozinho em seu proprio mundo; E volte somente quando tiver amor verdadeiro e queira fazer alguem feliz. Enfim, voce nao vai mais fazer tanta diferenca como antes… E sim, sentirei sua falta, mas a falta do seu eu velho, nao desse mentiroso que se tornou. Desculpa dizer a verdade, mas voce precisava de uma dose de percepcoes, e precisava saber que eu sei que nada mudou.


With a weird love, Sarah.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: