Manhã ensolarada.

29 ago

Diante de um cobertor quentinho, um vento suave nos pés, travesseiros aconchegantes e irritada com a internet que não funcionava, obrigando-me a  morrer de saudades, adormeço quase sem perceber.  Minha estrela estava na janela a me observar; ela provavelmente sabe tudo sobre minhas noites solitárias, provavelmente sabe mais de meus sentimentos do que eu mesma. 00h00, fiz um pedido clichê a ela, com certeza a estrela já sabia que pediria isso e ela sorriu para mim. Enfim, adormeço.

Sonhos aleatórios e alegóricos com ele e o que poderíamos ter sido. Não me lembro exatamente qual o sonho e o que havia nele. Mas me lembro que era tão real e perfeito que existe uma grande possibilidade de eu ter deixado vários sorrisos escaparem enquanto dormia.

A luz da manhã invade a janela e acende meus olhos. Não havia nuvens nessa manhã de domingo ensolarado. Apenas mais uma manhã na qual imagino o quanto seria bom acordar e tê-lo ao meu lado, o quanto seria bom não ter saudades ou medos…

Apenas mais uma manhã ensolarada de domingo, na qual acordo sorrindo por alguns motivos quase desconhecidos até por mim.  Sorrindo por alguns sentimentos recém descobertos. E talvez na escuridão, ele  seja tudo o que eu vejo.

Ally.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: