Stay with me, by my side.

16 ago

Existe uma séria dificuldade dentro de mim em matéria de expressar sentimentos. Eu consigo escrevê-los muito bem, embora confusos, consigo. Mas ao falar, as palavras somem e minhas mãos tremem tanto quanto minha voz. É por esse e outros motivos que escrevo… É a única forma que encontro de simplesmente, dizer. Se não acabaria guardando tudo para mim e iria explodir em algum momento. Explosão de sentimentos bons e ruins não é algo que se preze.

Há um sentimento. Dentro dele. Que me faz querer estar por perto. Mal o conheço, mas é automático… Simplesmente quero estar perto. Pois me faz um bem involuntário… Me atinge com uma estranha paz interior.

É aí que se encontra minha dúvida… Eu provocava as mesmas reações nele, essa paz, esse bem, esse… sentimento? Se é que posso chamar assim, sentimento. Se for assim… Se realmente for real, estou encrencada. Meus machucados são novos, estão começando a cicatrizar agora… Ah, eu não quero abrir essas feridas novamente. Mas e se for mesmo real? Seria tudo o que eu precisaria.

Até me esqueci de como se ama. Como é sentir-se completamente e perdidamente apaixonado… Do que é um coração bater forte, uma falta de ar, aquele frio na barriga. E mais que isso, pois amor é mais, muito mais do que qualquer coisa já escrita. Estaria eu, disposta a correr o risco das dores que tudo isso poderia provocar…?  Mas acontece o tempo todo. E aqui estou eu, sentindo.

Eu o quero por perto, o tempo todo, comigo. Mas no meio de toda essa vontade existem tantas dúvidas. Tantos porém’s e mas’s… E eu continuo caindo por ele, dentro de um novo mundo desconhecido… Talvez eu faça mesmo questão de conhecer. O mundo dele. Um mundo envolvente, que me prende aos poucos… Deixa dúvidas subentendidas. Ainda as irei esclarecer. Aos poucos. Não gosto de pressa, embora sejam sentimentos tão urgentes que chegam a me surpreender.

Escolho viver nessa minha incerteza sobre os sentimentos. Evito dores e o planejo melhor. O  insiro em minha vida aos poucos, o desejo (quase) secretamente… Coloco meu coração em algum lugar dentro de mim, esperando pelo dia em que ele o guarde em algum lugar seguro dentro dele.

I know our love is new. I barely know you. I’ve fallen over you.

Ally.

Anúncios

Uma resposta to “Stay with me, by my side.”

  1. gab 17 de agosto de 2010 às 1:14 #

    caramba, escreve bacana, hein filha!! :D gostei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: