My lonely winter.

11 ago

Please, just DON'T.

“I’m just seating alone, watching everything going on.”

E quanto tempo se passou desde então, mas cá estou, me lembrando de cada promessa falsa que você me fez. Talvez eu tenha deixado de acreditar no amor, mas ainda não sei ao certo. Você pode ter me feito muito feliz(e fez), mas conseguiu me deixar pior, conseguiu  pisar em mim, me deixar podre, sem sentimentos(se não a raiva e nada mais), me deixou sem mais nem menos. Eu poderia ter corrido para os braços de qualquer pessoa qual estivesse ao meu lado, qual estivesse me desejando, qual estivesse clamando pelo meu amor e por mim(e você sabe que tinha alguém assim), mas eu substitui TUDO por você e pelos nossos poucos momentos “juntos”. Mas, você se foi, repentinamente, e me deixou sem escolhas além da qual eu deveria te esquecer; E foi o que tentei fazer, mas ainda não consegui(totalmente). Deixei que você se apagasse sozinho de minha vida, mas nem você quer sair dela. Agora que se arrepende, sente tamanha angústia, você volta a correr para os meus braços, mas é tarde demais. E mesmo que eu ainda o ame, eu tenho me confortado com outro. Ele não me ama, acho que jamais amará; E ele não é minha maior fraqueza(nem menor). Você ainda é a pessoa em que me faria mudar de ideia, ou que me faria acreditar em coisas quase impossíveis. Mas você deixou de escutar minhas músicas, você me substituiu por outras, você já não se importa como antes(e nem como “ele”). Ele ainda não chegou a escutar minhas músicas novas, talvez tenha escutado só uma(e não minha), mas ele terá a oportunidade. Ah, querido inverno, você o levou de mim, mas me aproximou outro. Pra quê tudo isso? Pra quê confundir todos os meus pensamentos, ainda mais meus sentimentos? Qual sua finalidade? Ou melhor, acho que nada tem uma finalidade. Preciso de conforto(mas ninguém mais tem conseguido me fazer tão bem); Preciso de segurança, de novas promessas, de novos olhares, de novas palavras, de novo amor, de nova pessoa. Se você mudar, e se tornar uma “nova pessoa”, ainda conseguirá me conter em seus braços; Mas se outra pessoa “nova” me encontrar, estarei começando uma nova tentativa de sentir amor e de conhecê-lo(de verdade). Meu inverno pode não ter sido dos melhores, mas a primavera pode mudar minhas concepções e me fazer esquecer minhas decepções… Nunca se sabe ao certo o que acontecerá; Sempre estaremos nos surpreendendo.

With a confused feeling, Sarah.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: