He is love, and he is all I need.

8 ago

Ela esteve longe por alguns dias. Queria apenas saber se sentiriam a  falta dela… Mas nesses dias serviram  apenas para perceber o quanto a presença dele fazia falta.
Então ela voltou. E embora não acreditasse no amor, ela o  procurou.
Ele sentia falta da pequena garota. Ela queria abraçá-lo. Ele se aproximou. Ela abriu um tímido sorriso.  Ele retribuiu. Silêncio.
Seria mesmo possível  o amor não existir? Então o que eram aqueles olhares, tão claros e intensos? Em um segundo, os dedos deles estavam entrelaçados e eles caminhavam lentamente rumo a qualquer lugar, com seus  cafés e sorrisos.
Ela sabia que era ele. Mas o medo de abrir as cicatrizes continuava forte dentro dela, o medo de chamar de amor aquilo que não a chamaria de volta também. Ele sabia que era ela. E estava determinado a fazê-la sorrir, fazê-la acreditar, fazê-la amar.

Ela sorria por dentro e por fora. Ele a abraçou. Sim, ele sabia que iria conseguir chamá-la de sua. E de alguma forma irracional, ela sabia que aqueles sorrisos eram sinceros, aquele cheiro iria ficar na  mente dela e sabia  que o amor existia de alguma forma e em algum  lugar até então desconhecido dentro dela.

Ally.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: