I wanna hold your hand.

21 abr

Essa coisa de amor me persegue. Eu não quero pensar nele, eu não quero sentir novamente aquilo que eu já não sinto mais. Porém, como todos nós sabemos: sentimento é aquela típica coisa desnecessária, que não conseguimos evitar. E eu sinceramente gostaria que o meu coração fosse uma espécie de controle remoto, para conseguir selecionar o pause de vez em quando.
Não importa para qual direção meus olhos se fixam, eu vejo o amor. Observo a maneira como as pessoas amam. Casais, familiares, amigos e mais uma vez, casais. Porque é que nós dois nunca conseguimos ser daquele jeito? Porque é que o olhar dele para mim nunca foi daquela maneira? Talvez, ele nunca tenha amado como eu amei. Mas… Eu tentei ensiná-lo.
Acontece que, tudo isso não importa mais. Não importa pois ele não se importa… E procuro alguém que se importe. É repetitivo, mas ele sabe que é a verdade.
Procuro, sim. Aquele alguém. A pessoa que irá me sentir aquela coisa, sabe? Que acontece lá dentro de você, no mais fundo… Aquele frio, aquele calor, aquela falta momentânea de oxigênio e palavras. Aquele olhar! Sim, procuro. Porque me faz falta sentir. O amor faz falta.
E quando eu encontrá-lo, eu saberei, pois desejarei
segurar a sua mão – 0 mais forte que der.


“Yeh, you’ve got that something, I think you’ll understand. When I’ll feel that something… I wanna hold your hand.”

Cheiros, Ally.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: