“The world never ever be the same…

31 mar

(…) É que eu não gosto de me sentir sozinha no meio de tanta gente. De tanta gente que ama, que sabe amar. Eu não gosto de me sentir sozinha, por não saber. E também não gosto da saudade. Saudade, é o sentimento mais urgente que existe – alguém com que me importo disse-me isso um dia.
O amor é importante. É necessário. Mas não é urgente, o amor sabe esperar. Agora, tente a fusão de amor e saudade. É uma urgência necessária, sabe.
Por mais contraditório que possa ser, eu odeio sentir isso. Sentir falta, urgência, necessidade de alguma coisa, que eu não sei o que é. Alguma coisa que, de fato, nunca existiu.

And the world never ever be the same, and you’re the blame.
Por Ally.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: