Sonho, brisa e liberdade.

31 mar

Deitados na grama, naquele fim de tarde de primavera; a brisa suave acompanhando suas carícias por todo meu corpo. Minha pele se arrepia quando seus lábios vêm a encontro dos meus. Com os corpos entrelaçados, perdemos a noção do espaço e tempo. O relinchar dos nossos cavalos a esperar nos lembra que devemos voltar. Um último beijo. Agora, aquilo que era brisa se torna vento a soprar gentilmente em nossos rostos. Passamos mais uma vez entre as árvores daquele bosque. O sentimento mais puro de liberdade nos invade. Enfim chegamos ao lago e mais uma vez o sol se despede. O calor dos seus braços a me envolver me faz sentir amada. Fecho os olhos e apenas sinto. Ouço o adorável sussurro da sua voz a dizer: “eu te amo, meu amor”. Abro os olhos novamente e aqui estou, no meu quarto, sonhando acordada.

 

Boa noite   # Jess;

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: