Nao mais

30 mar

. Nao quero mais te ouvir. Nao quero mais suas palavras. Nao quero mais seus beijos, nem os silenciosos. Nao quero mais voce em minha volta. Nao quero mais sentir seu cheiro. Nao quero mais ver suas fotos. Nao quero mais ver seus olhares. Nao quero mais seu sorriso. Nao quero ouvir sua risada. Nao quero nem ver sua sombra. Raiva? Nao. Apenas um arrependimento total das coisas que fiz. Por que? Talvez nao seja necessario saber. Voce diz que nao quer saber, que dara as costas logo mais, e fara como eu. Mas, ambos sabemos que na verdade voce deseja saber o real motivo das nossas velhas e continuas brigas. Aquelas que te lembram de todas as suas palavras duras, como se voce me julgasse mal… Ah, voce sabe que errou! Mas, tarde demais para reconhecer isso. Enquanto a chuva caia naquela noite, minhas lagrimas caiam junto. Sim, foi naquela longa noite, que eu mal dormi, que minhas lagrimas quase estavam secas, quando me lembrava de seus gestos e suas palavras maldosas. Onde seu olhar me julgava mais do que tudo, e voce pouco queria me entender. Na verdade, mesmo voce pouco querendo, voce nao tentou. Voce nem me escutou, apenas falou tudo o que se achou ao direito, e me deu as costas. Voce me deixou ali, perdida, sem rumo, sem saida, sozinha, de noite, e numa noite bem fria. Meu coracao, quase sem batimento, agora com falta de ar, nao conseguia andar de tao tremula. Mas, voce me deixou ali. Nao quero mais lembrar dessa noite, onde meu travesseiro estava encharcado, e meu rosto nao mais palido e sim vermelho, minhas maos quentes, e meu coracao gelado, eu estava ali, curvada em cima da minha cama, desesperada, sem saber o que fazer. Mas, eu dei as costas, e quando voltei, passei por cima. Agora, voce se arrepende das suas palavras e do seu julgamento cruel. Mas, eu nao quero mais ouvir seus pedidos de desculpas, aquelas palavras ja foram suficientes pra mim, pra nos. Nao quero mais estar com voce. Nao quero mais sentir seu coracao bater, nem sua respiracao. Nao quero mais nada. Eu quero paz, quero alguem que me ame de verdade, que saiba me respeitar e que me ouca. Nao quero mais alguem como voce, que finge gostar pra depois atacar. Eh, eu realmente nao gosto de cobras, e voce eh uma das grandes. Que pena, isso so fara mal a voce. Porque pra mim e pra outros, isso depois passa, mas voce vivera sempre em vao e solitario. Nao, nao quero mais ser sua. E na verdade, nem sou. Nao quero mais escrever pra voce, prometo, esse eh o ultimo. Ultimas palavras ditas que me lembrem voce, ultimo dia, que na verdade, ja nem sofro mais, porem, ainda me lembro quao estupido foi. Estou pasma, por conseguir falar de voce. Mas, nao quero mais saber de voce, nem me de noticias! Nao quero mais ouvir seu nome, nem falar sobre voce ou seu nome voce merece. Voce nao merece mais nada. Nem minha compreensao, se existisse alguma. Que pena. Quem acabou sem nada foi voce, enquanto eu, ainda vivo e sigo em frente, agora voce chora, e fica noites sem dormir. Passa pela situacao que um dia eu passei. Olha so, que coincidencia, pelo jeito somos mesmo parecidos :) Nao vou mais lembrar de voce…              Nao mais .

Boa tarde, garoto ligeiro.                                                                             //Sarah

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: